quarta-feira, 27 de março de 2013

TROVADOR PARA NUM RESTAURANTE CHIQUE




O trovadores esteve num restaurante chique da capital onde ate trova fez  e depois foi no CMS trovar para va milicada como se ve na ultima foto o restaurante era de primeiro mundo e e na capital e resolvi para por la um pouco antes de ir para o harmonia onde acontece o rodeio.

terça-feira, 26 de março de 2013

Trovador faz versos para Lagoa FM



Notícias
  • Notícia
  • Comentários [0]

RODEIO 2013 - Trovador faz versos para Lagoa FM

24/01/2013

Trovador faz versos para Lagoa FM

No Programa A Hora da Bóia, Rico Bascehra recebeu a visita do trovador Vitor Hugo, domiciliado em Porto Alegre. De improviso, ele fez versos para a Lagoa FM, para o churrasco de Lagoa e os ouvintes da rádio da Gauchada.

Ode aos Trovadores, Ginetes dos Versos


Ode aos Trovadores, Ginetes dos Versos

20/09/2011 - [10h:02m] - Geral      Diminuir Aumentar


Hiram Reis e Silva, Arambaré, RS, 20 de setembro de 2011.
 
Entre o Rio e o Mar
Descendo o Solimões
Digo às Nações
Que não vão explorar
A Floresta desmatar.
 
Livre da mão estrangeira
Amazônia hospitaleira
Riqueza em nossa mata
O Brasil retrata
É a Amazônia Brasileira.
 
(Vitor Hugo Vieira)
 
Conheci o Trovador Vitor Hugo, o “Vitinho”, na caserna quando era praça do então, Centro de Informática N° 3. Vinte anos passados nossa amizade se fortaleceu alicerçada na sinceridade e no respeito mútuo. Tenho acompanhando passo a passo a trajetória de sucesso pelos galpões e invernadas de nossa querência deste guasca que tem enfrentado com galhardia os desafios que a vida lhe reserva fora dos palcos sem jamais dobrar a espinha. O Vieira, este era seu “nome de guerra” no quartel, chegou a iniciar o Curso de História na FAPA e enredou muito mestre com sua lógica e conhecimento. Infelizmente, não pode dar continuidade à sua formação e o Rio Grande do Sul perdeu um historiador, mas ganhou, definitivamente, um grande e seguramente o maior Trovador da atualidade. O Vieira é natural de Porto Alegre, tem 43 anos e trova a 20.
 
Homenageando o Trovador Vitor Hugo nesta Semana Farroupilha reverenciamos a cultura e a tradição que permeia célere, como o vento minuano, que canta e geme pelos pampas infindos e que se manifesta nos corações e mentes da gente gaúcha de todas as querências e de todos os tempos.
 
-  Vídeos do Trovador
 
-  Currículo do Trovador
 
§   Trovador Oficial do MTG há mais de cinco anos;
 
§   Dois discos de ouro (2010, 2011) pela gravadora Sangue Novo tornando-se o maior sucesso de vendas em apenas 2 anos da gravadora;
 
§   Hexacampeão do Desafio de trovadores de Cacequi, o maior Festival de trovas do estado;
 
§   Trovador preferido do Mestre João Carlos D'Ávila Paixão Côrtes;
 
§   Já trovou na rede Globo em Rede Nacional, no Programa Ana Maria Braga, na RBSTV, Rede Record, Zero Hora e Correio do Povo;
 
§   Há cinco anos é contratado para trovar na PETROBRAS;
 
§   Em março, deste ano, foi o vencedor do desafio de trovas na cidade de Mata;
 
§   Recebeu das mãos do Presidente da Câmara de Sapucaia do Sul a maior premiação de trova no Município;
 
§   Recebe inúmeros patrocinadores pra seu terceiro CD.
 
§   Realiza trabalhos voluntários em Porto alegre;
 
§   Único trovador que tem duas comendas “João de Barro”, a segunda maior condecoração do MTG;
 
§   É o trovador que mais fez shows no Estado;
 
§   É maratonista tendo participado de sete corridas da São Silvestre em São Paulo.
 
-  Pinhal da Serra e Esmeralda
    Fonte: Trovador Vitor Hugo
 
Antes aconteceu uma tertúlia, mas atração maior foi o trovador que lotou o lonão, não arredaram o pé. O trovador entrou com tudo no palco e começou a fazer versos encantando a todos, arrancou aplausos, todo mundo quieto esperando o que o trovador iria dizer na outra trova, muito humorismo no show do trovador, ninguém foi embora, foi meia hora de trova, depois teve o baile, mas ai o povão foi embora queriam mesmo era ver o trovador que era só elogios para o dono da festa.
 
-  Churrascaria Vento Negro
    Fonte: Trovador Vitor Hugo
 
O evento aconteceu na Churrascaria Vento Negro em Viamão na parada 41 com a presença do Vice Governador e a presença de partidários do PSB. O trovador foi contratado para um show de trovas, estavam presentes o Prefeito de Viamão Alex Boscaini, Deputados... Umas 600 pessoas, Geraldinho lançou sua canditatura a Prefeito da cidade, teve inúmeros discursos coisa de político não é? Bem aí aconteceu o inesperado foi a vez do trovador.
 
Todos tinham discursado, e quando chegou a vez do trovador o microfone falhou, e também o “Playback” que faz o fundo musical da trova também, aí alguém mandou eu fazer só no gogó, eu disse que ficava ruim, outro disse que quem é bom faz de qualquer jeito. Bem então se reuniu a cúpula do Partido e aí mandei ver só pra o Vice foram oito versos. Quem estava nas mesas próximas se levantou e veio ver e foram mais versos, os presentes iam pedindo versos, os comentários eram vários, perguntavam umas para outras de onde era este trovador, sem som sem gaita sem viloa sem nada o trovador foi super aplaudido. O verso que conquistou o Beto Grill foi este:
 
Pessoal do PSB
É o melhor do Brasil
Se fosse te dá uma nota
Eu te dava nota mil
Vou filiar a minha tia
E meu compadre Gil
Vou falar p’ra o senhor
Tarso é governador
Mas eu prefiro é Beto Grill
 
-  Parque Harmonia
    Fonte: Trovador Vitor Hugo
 
O trovador trovou para oftalmos, gastros, clínicos e cirurgiões e encantou a todos, o trovador mostrou que conhece a área médica. Fez trova falando do nome dos médicos suas especialidades e o que cada área fazia e até receita médica e medicamentos. Os versos mais engraçado foram para o clínico geral e o traumatologista, foi super aplaudido e ali vendeu um monte de CDS. Os médicos tiraram fotos com o trovador.
 
– Blog e Livro
 
Os artigos relativos ao “Projeto–Aventura Desafiando o Rio–Mar”, Descendo o Solimões (2008/2009), Descendo o Rio Negro (2009/2010), Descendo o Amazonas I (2010/2011), e da “Travessia da Laguna dos Patos I (2011), estão reproduzidos, na íntegra, ricamente ilustrados, no Bloghttp://desafiandooriomar.blogspot.com.
 
O livro “Desafiando o Rio–Mar – Descendo o Solimões” está sendo comercializado, em Porto Alegre, na Livraria EDIPUCRS – PUCRS, na rede da Livraria Cultura (http://www.livrariacultura.com.br) e na Livraria Dinamic – Colégio Militar de Porto Alegre. Pode ainda ser adquirido através do e–mail:hiramrsilva@gmail.com.
 
 
 
Coronel de Engenharia Hiram Reis e Silva
Professor do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA)
Presidente da Sociedade de Amigos da Amazônia Brasileira (SAMBRAS)
Presidente do Instituto dos Docentes do Magistério Militar (IDMM)
Vice Presidente da Academia de História Militar Terrestre do Brasil - RS (AHIMTB)
Acadêmico da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (AHIMTB)
Membro do Instituto de História e Tradições do Rio Grande do Sul (IHTRGS)
Colaborador Emérito da Liga de Defesa Nacional
Fonte: Hiram Reis e Silva
Imprimir Página

segunda-feira, 25 de março de 2013

O TROVADOR MATA A PAU NO RODEIO DAS 7 LEGUAS







Era um rodeio bem pequeno em boqueirão do leao mas vendi 70 cds por incrível q pareça trovei em tudo q era lugar encantei a todos fui a estrela do rodeio e muito
rico em gente boa. tratado pelo ctg SINUELO DA SERRA foi muito produtivo e o rodeio era pobre financeiramente mas rico em gente boa me trataram mui bem e nao me arrependi de ir la trova nas bibocas  da serra gaucha todos gostavam da minha trova e nam me conheciam e pediram para eu voltar e eu vou voltar , eu levo a trova a onde ela nao e levada pelos trovadores.
Ate quando vai este sucesso?
OBRIGADO JESUS
Mais um recorde de vendas e shows a onde eu vou recorde atras do outro e os acampamentos dao risada morrem de rir.Vejam algumas trovas e impossivel eu nao ir bem
AQUI EU NO RODEIO E EU ME DIVERTI MUITO FIZ UMA TROVA PARA UM TAL FDE REI DO SALAME E A MULHER DELE DE BRINCADEIRA DISSE Q OS HOMENS ERAM MENTIROSOS AI APONTANDO O DEDO´PRA ELE FIZ ESTE VERSO
MEU AMIGO REI DO SALAME
A TUA MULHER TE INSPIRA
VOCE DIZ Q AMA ELA
E POR ELA VOCE DELIRA
MAS TU E UM BAITA 71
NAO PASSA DE UM CAIPIRA
E DIGO PARA O SENHOR
Q AS JURAS DE AMOR ( APONTEI O DEDO PARA ELA)
PRA VC E TUDO MENTIRA

JKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK TAO RINDO ATE HOJE A RISADA FOI GERAL NO ACAMPAMENTO
NUM OUTRO ACAMPAMENTO TINHA UM GORDAO DE 1000 KG E BAIXEI A LENHA
VOCE Q E GORDAO
E UM CARA ESPECIAL
TE CUIDA COM TUAS BANHAS
PRA NAI IR PRA UM HOSPITAL
A PLATEIA TA FALANDO
E E CONSENSO GERAL
Q VC E CONHECIDO
Q TU TA E PARECIDO
POR REI MOMO DE CARNAVAL


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ATE O GORDAO RIU
OUTRA TROVA Q FIZ E FORAM CENTENAS NO RODEIO DAS 4 LEGUAS FOI A DE UMA MULHER. CARA VEIO SOZINHO NO RODEIO E DEIXOU A GATA EM CASA AI EOBVIO NAO PENSEI DUAS VEZES E LARGUEI ESTE VERSO
MEU AMIGO TA SOZINHO
TU E AINDA UM GURI
A TUA MULHER FICOU EM CASA
E NO RODEIO VOCE TA AQUI
ELA TE DEIXOU SOZINHO
NAO TO AQUI PRA MENTI
ELA TE DA CARINHO
TE MANDOU PRA CA SOZINHO
SO PRA SE LIVRA DE TI


KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK TODO O ACAMPAMENTO RIU RIU RIU TINHA GENTE CAINDO NO CHAO NOSSA KKKKKKKKKKKKKKKK ATE EU NAO ME AGUENTEI
AQUI EU DESCANSANDO ESPERANDO O POVO CHEGAR UMA OUTRA TROVA LEGAL FOI EM OUTRO ACAMPAMENTO ERA UMA GATA LINDA COM UM CARA FEIO Q E NEM UM DIABO.
MARISTELA ME DA LISENÇA
A BELEZA E UMA ARTE
UM CARA TAO FEIO ASSIM
NAO SE VE EM QUALQUER PARTE
TE CUIDA MARISTELA
PRA NAO MORRER DE ENFARTE
SEI BEM QUAL O TEU NOME
E TU PRA CONQUITSRA ESTE HOME
TEVE Q IR EM MARTE
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ATE EU NAO ME AGUENTEI MORREMO DE RIR DIO CARA LA NA 4 LEGUAS.

SEMPRE DE RADINHO

Noa tem jeito ja q nao tem gaiteiro os rádios ou radinhos q tem pendrive ou cartao de memoria sao minha salvação consigo trovar em tudo q e lugar com eles pois tenho o som da trova salvo no computador e eles quebram um baita galho mesmo

AS MINHAS MALAS QUANDO EI VIAJO A RODEIIO

E sempre assim de mochilas, ou bolsas  e levo muita coisa para acampar em rodeios ou quando fico em hotel  levos cds e obvio e roupas barraca tambem pilcha e roupas intimas, da um trabalhao mas a rotina e assim levo remédios , maquina fotográfica e o q for presiço vao sempre comigo nao tem  e uma rotina sem fim 

terça-feira, 19 de março de 2013

VITOR HUGO E SUCESSO TAMBÉM NA FECARS







O trovador se atirou desta vez e foi na FECARS MTG em campo bom como não teve nada de rodeio fui para este local e ja cheguei na quinta feira de barraca e tudo mais , missão ; era trovar e vender de qualquer jeito 100 cds dvds,o q nao era nada fácil mas fui mesmo assim num rodeio pra la de diferente uma vez q era fechado era d so do Mtg.
 J caiu um temporal q so foi para domingo
 roupa limpa não tinha era um charque so, embarradas e enlameadas isso q tinha três pilchas mas não adiantou barraca inundou toda por baixo e andei molhado sujo e embarrado por três dias. Percorri n barracas onde estavam as regoes eram 30 trovei em monte de barracas e em todo o parque fiz  trovas e vendas de cds e foi tao árduo meu trabalho q domingo não tinha mais nada pra vender pois dei um gas durante três dias soi quem não foi fácil ,bota não tinha mais era so uma e virou meu pe numa coisa so.
  Bem na moral fiz sucesso e e mais uma dificuldade q passo por nao estar em hotel e sim nessas barracas imundas q não suportam uma chuvinha sequer, o local era amplo mas lodo lama e agua formando caminhos intransitáveis para quem anda a pe no rodeio.

  Acompanhei as provas almocei e jantei nos ctgs e regiões brinquei com a 11 rt 27 rt5 e 29 rt a decepção ficou por conta da minha região q fez fiasco na Fecars so ganhou na rédea ,tive muito trabalho por causa do mau tempo mas consegui o meu objetivo que era trovar e vender os cds q tinha pelo menos isso ja q a festa era campeira.
Estou acostumado a comer o pao q o capeta amassou em alguns rodeios e me supera e difícil algum passar três dias molhado embarrado com a barraca molhada so com a coberta seca com os pes cheio de lama  e ter q trovar sujo e muito dificil e com bolhas nos pes entao tenho me superado com todos as dificuldades do mundo;um ponto positivo foi meu papo com o Gress e com o Savaris reatei a amizade com os dois.

terça-feira, 12 de março de 2013

Desafio Amigável Gildo de Freitas


Desafio Amigável

Gildo de Freitas

Desafio Amigável
Gildo de Freitas e Formiguinha
Gildo
Formiga vamos saudar,
este Rio Grande alvaneio.
Eu vou saudar todas as mães
deste solo brasileiro.
Desejo até que esses versos,
penetrem no mundo inteiro.
Formiga
Penetrem no mundo inteiro,
tu cantastes muito bem.
Devemos reconhecer,
o valor que uma mãe tem.
Porque amor como de mãe,
não se encontra em mais ninguém
Gildo
Não se encontra em mais ninguém,
e merece todo respeito.
E um filho pra sua mãe,
sempre é rapaz direito.
Embora seja bandido,
pra ela não tem defeito.
Formiga
Pra ela não tem defeito,
se um filho for condenado.
Ela sempre pede a Deus,
pra que seja perdoado.
Porque se ela sofrer,
ele é quem sofre dobrado.
Gildo
Ele é quem sofre dobrado,
e é anjo de muita luz.
E a virgem Santa Maria,
que é a mãe de Jesus.
Muito sofreu a coitada,
por ver seu filho na cruz.
Formiga
Por ver seu filho na cruz.
Nunca queixou-se a ninguém.
É do princípio do mundo,
que este sentimento vem.
Meus amigos que nos ouvem,
zele a mãe e trate bem.
Gildo
Zele a mãe e trate bem,
e tenha dó das coitadinhas.
Vós estou dando um conselho,
porque já não tenho a minha.
Há anos Deus a levou,
esta fortuna que eu tinha.
Formiga
Ai, perdeste tua maezinha.
Eu também perdi aquela,
tão linda estava a velhinha,
no meio de quatro velas.
Eu ainda sinto o calor dos beijos dela.
Gildo
Eu ainda sinto a doçura,
do calor dos beijos dela.
Pra rezar por sua alma,
seguido eu vou na capela.
E, às vezes, eu pego a sanfona,
e chorando eu canto pra ela.
Formiga
Chorando eu canto pra ela,
a dor não desaparece.
Jesus estais me ouvindo,
escutais a minha prece.
Deixe a mamãe de lado,
no lugar que ela merece.
Gildo
No lugar que ela merece,
Deus me dê esta alegria.
Vós levou ao que era seu,
e a mim também pertencia.
Mas permita que no céu,
nós os dois se encontre um dia.
Formiga
Nós os dois se encontre um dia,
eu te peço pra rainha.
Me diga pra mim em sonho,
minha querida maezinha,
se tens no céu um esposo
que aqui na Terra tu tinha.
Gildo
Que aqui na Terra tu tinha,
os anjos que digam amém.
Minha mãe tenho certeza,
que o mesmo esposo ela tem.
Foi sincera aqui na Terra e,
será lá no céu também.
Formiga
E será lá no céu também,
teu verso me comoveu.
Minha mãe era uma jóia,
que nunca desmereceu.
Era linda como as águas,
que Jesus Cristo bebeu.
Gildo
Que Jesus Cristo bebeu,
e veja bem o que tu faz.
Homem, criança e mulheres,
Pessoa grande e rapaz,
A platéia toda chora,
e eu já não agüento mais.
Vamos encerrar Formiguinha.
Formiga
E tu já não agüenta mais,
por isso eu não ignoro.
quem chora tem sentimento e o
sentimento eu adoro.
Tu chora a platéia chora,
e eu cantando também choro.
Gildo e Formiga
Ai, tu cantando também chora,
mesmo não é brincadeira.
Se nós dois seguir cantando,
choraremos a vida inteira,
e assim, encerremos as trovas,
pra parar com choradeira.

DESAFIO AMIGAVEL, Formiguinha e Gildo de Freitas.wmv

Gaúcho Bom é Assim Gildo de Freitas


Gaúcho Bom é Assim

Gildo de Freitas

Gaúcho Bom é Assim
O Gaúcho Rio Grandense
Já é muito conhecido
É valente é destemido
Mas não ofende a ninguém
Mas porém sendo ofendido
O Gaúcho perde a linha
Mostro logo em seguidinha
O grande valor que têm
-E é bem assim lá no rio grande!
-Principalmente em São Borja, não é Dourado?

O gaúcho desconfiado
É um tremendo perigo
Reconhece o seus amigos
Mas não briga sem razão
Mas também se resolvendo
Manda chegar quem quiser
Mas se enxergando mulher
Lhe cai as armas da mão
-Aí não dá mais pra brigar
-Primeiro se atende a chinoca!

Numa certa ocasião
Um contrário me ofendeu
Puxou do revorve seu
Mas não chegou dar um tiro
Até parece mentira
Dei-lhe um tamanho sopapo
Caiu virado num trapo
Morreu sem dar um suspiro
-Este não incomoda mais!

Nisto chegou uma prenda
Mulher de rara beleza
Que me olhou com firmeza
E o meu corpo estremeceu
Deu-me tamanho pialo
Aquele olhar fascinante
Eu não fugi do flagrante
E a policia me prendeu
-Depois que eu sai da cadeia
eu fui preso de novo nos braços dela!

Se não fosse aquele olhar
Eu garanto que fugia
Eu brigava mas não ia
Parar lá naquela prisão
Mas um olhar como aquele
Em qualquer parte do mundo
Em menos de dois segundos
Prende qualquer valentão

Trova do Gildo


Trova do Gildo

Gildo de Freitas

Trova do Gildo
Deus sempre foi meu amigo por ser um homem correto
Já muitos necessitado se agasalhou no meu teto
Criei os filhos cantando, hoje estou criando os neto
-Pois estás criando os netos sempre sendo um homem honrado
Eu sendo o filho caçula fui um pouco relaxado
Abandonei os estudos mas vivo no teu costado
É isto que me conforma viveres no meu costado
Porém se você seguisse já teria se formado
A um doutor engenheiro ou um bom advogado
-A um bom advogado, nunca sonhei ser doutor
Meu maior sonho na vida é ser igual ao senhor
Cantar bem, escrever bem, e ser bom improvisador
Pra ser bom improvisador Deus do céu te dê juízo
Que sempre saia bonito os teus versos de improviso
Caprichoso nos teus atos pra não teres prejuízo.
Ai peço a Deus que me dar juízo que nós dois lute parelho
Que o senhor se enxergue em mim eu quero ser seu espelho
Que tenha boa memória para gravar seus conselho
(Procures tratar o povo sempre com a mesma igualdade
Ser humilde sem orgulho, porem com sinceridade
E não usar na campanha os costumes da cidade
Um homem que canta e toca tem muita facilidade
Principalmente agora que o mundo dá liberdade
Com o tempo teu coração desperta curiosidade
De procurar um alguém pra tua felicidade.
Quando isso acontecer procure saber quem é
Ver se seus pais são honrados bondosos de boa fé
Por que a fruta meu filho não cai distante do pé
Se alguém te propor briga, aceita a briga trovando
Fica uma briga bonita e o povo apreciando
Um acusa outro defende e terminam se abraçando
Procura aceitar com força principalmente esse aviso
Não jogar, não beber por que só dá prejuízo
Estraga tua saúde e fica de bolso liso
E ainda proíbe a alma de entrar no paraíso)
-Muito obrigado meu pai é pena faltar espaço
Atenderei seus conselhos tudo que mandar eu faço
Para todos que nos ouvem mandaremos o nosso abraço.

Abre o Olho Rapaz Gildo de Freitas


Abre o Olho Rapaz

Gildo de Freitas

(Teixeira anda dizendo que quando matei uma Jibóia
eu entrei pela boca da cobra e sai lá nem sei por donde seu).
Essa historia de Jibóia
Que o Teixeira tem contado
Que a Jibóia me engoliu
Mas não foi por descuidado
Ela abriu-se eu saltei dentro
Depois cheguei lá no centro
Pra descansar um bocado
Mas naquela mesma hora
Ela abriu-se eu saltei fora
Mas, porém do mesmo lado
(Comigo não têm esse negocio de entrar em picada e procurar atalho seu).
O Teixeira não te mete
Fazer o que o 'Freita' faz
Tu nem deve de chegar
Perto desses animais
Pode alguma Sucuri
De lá sai e te engoli
Tu abre o Olho Rapaz
Já na entrada tu cai
Depois o senhor não sai
Nem por diante e nem por traz
(Não te mete Teixeira!)
Tu deixa pra o Gildo Freita
Que é de raça destemida
E a minha carne por cobra
Ainda não foi mordida
Coragem eu tenho de sobra
Não é a primeira cobra
Que eu já deixei sem vida
Eu não sou o Teixeirinha
Que enxerga qualquer cobrinha
Corre fazendo ladainha
E agora Teixeirinha
Vou botar banca pra ti
Se na outra encarnação
Você vier cobra pra qui
Não venha com idéia louca
De vir abrindo a boca
Pensando de me engoli
Tu abrindo a boca eu entro
Mas vou de espora pra dentro
Que é só pra judiar de ti
E de depois que eu te judiei
Eu vou sair por onde entrei
Que é pra ver o povo rir...

A Mula do Falecido Palmeira


A Mula do Falecido Palmeira

Gildo de Freitas

Pra mulão de qualidade só sendo a minha tostada
A mula me conhecia eu até pela pisada
Tinha uma franja bem grande de cola e crina aparada
Ganhou uma vez numa festa uma figa pra cabeçada
Eu cheguei a injeitá três mula pela tostada
Tinha uma mula picaça das quatro pata calçadas
Tinha uma mula rosilha e outra vermelha dourada
E eu arrespondi pro dono não me agradei da mulada
Quem vê eu contar a história pouco crê e dá risada
Mais a mula merecia por ser bem assinalada
Tinha uma estrela na testa pela natureza dada
Parecia a estrela dalva sinalando a madrugada
Hoje se eu deito eu não durmo é me lembrando da
Coitada
Vou contar pelo que foi minha mula foi roubada
Agarrei a minha pistola com bala bem azeitada
Abandonei o meu rancho saí campeando a tostada
Eu me encontrei com o ladrão a cada de tempo na
Estrada
Vinha vindo numa mula magrinha e mal encilhada
A mula me conheceu ali ficou empacada
Pela estrela eu conheci que era a minha tostada
O ladrão de prevenido fez a primeira pegada
Puchemo as pistola junto e as balas foram trocada
Uma bala eu peguei nele outra bala peguei na tostada
E a pobre da minha mula teve um fim triste na
Estrada.