terça-feira, 12 de março de 2013

Trova do Gildo


Trova do Gildo

Gildo de Freitas

Trova do Gildo
Deus sempre foi meu amigo por ser um homem correto
Já muitos necessitado se agasalhou no meu teto
Criei os filhos cantando, hoje estou criando os neto
-Pois estás criando os netos sempre sendo um homem honrado
Eu sendo o filho caçula fui um pouco relaxado
Abandonei os estudos mas vivo no teu costado
É isto que me conforma viveres no meu costado
Porém se você seguisse já teria se formado
A um doutor engenheiro ou um bom advogado
-A um bom advogado, nunca sonhei ser doutor
Meu maior sonho na vida é ser igual ao senhor
Cantar bem, escrever bem, e ser bom improvisador
Pra ser bom improvisador Deus do céu te dê juízo
Que sempre saia bonito os teus versos de improviso
Caprichoso nos teus atos pra não teres prejuízo.
Ai peço a Deus que me dar juízo que nós dois lute parelho
Que o senhor se enxergue em mim eu quero ser seu espelho
Que tenha boa memória para gravar seus conselho
(Procures tratar o povo sempre com a mesma igualdade
Ser humilde sem orgulho, porem com sinceridade
E não usar na campanha os costumes da cidade
Um homem que canta e toca tem muita facilidade
Principalmente agora que o mundo dá liberdade
Com o tempo teu coração desperta curiosidade
De procurar um alguém pra tua felicidade.
Quando isso acontecer procure saber quem é
Ver se seus pais são honrados bondosos de boa fé
Por que a fruta meu filho não cai distante do pé
Se alguém te propor briga, aceita a briga trovando
Fica uma briga bonita e o povo apreciando
Um acusa outro defende e terminam se abraçando
Procura aceitar com força principalmente esse aviso
Não jogar, não beber por que só dá prejuízo
Estraga tua saúde e fica de bolso liso
E ainda proíbe a alma de entrar no paraíso)
-Muito obrigado meu pai é pena faltar espaço
Atenderei seus conselhos tudo que mandar eu faço
Para todos que nos ouvem mandaremos o nosso abraço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário